sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Minha alma é triste...

Minha alma é triste e nasceu chorando
Como flor perdida levada ao mar
Mesmo aos prantos segue contando
Sua triste história em infeliz cantar

Minha alma chora em preces vãs
Em ladainhas que ao tempo vão
No vento frio das doces manhãs
Faz que meu pranto seja oração

Minha alma é triste, ave que ficou
Separada do bando que longe vai
Por cansaço sobre a onda ela pousou

Agora chora porque sozinha está
Com o bando voa seu pensamento
Como minha alma te busca ao tempo

José João
03/10/2.014








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...