quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Sorrir... as vezes é chorar

Saudade é uma dor que se sente não se sabe onde
E só o olhos sabem gritar, mesmo em silêncio,
Com a eloquência da alma, essa tanta dor...
Só os olhos sabem falar, com as lágrimas,
O que é saudade, quando não cabe mais no coração,
Divide com a alma que empresta os olhos para o pranto,
Gritar em desespero, toda a angustia do vazio da gente
Que parece sufocar, tomar as palavras, fazer o soluço
Ser a voz muda da vontade que a alma tem de gritar.
Ah! Saudade, saudade, deixa a gente demente,
Sem lugar para ficar, ou para ir, para se esconder
Da dor que sempre vai estar onde se estiver...
Faz as lágrimas se misturarem com sorrisos...sorrisos
Que parecem mais um soluço querendo fingir alegria
Quando nos vem a lembrança de um momento 
De ternura rasgando as entranhas da tristeza e chegando
Dentro da gente como uma vontade de voltar no tempo,
Para aquele instante, que a saudade, mesmo doendo,
Nos faz sorrir, embora um sorriso triste, como se fosse
Um tipo de lágrima que os lábios choram.


José João
04/09/2.014




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...