segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Nunca vou desistir de você

Não desisti, não desisto e não vou desistir de ter você,
Que passe o tempo, que o mundo se perca em pecados,
Que as promessas se façam pedidos perdidos 
Aumentando as dores dos corações que vivem sozinhos.
Que o mar não desenhe mais em suas águas
Os caminhos dourados do por do sol, não cante mais
Com a brisa canções de notas desconhecidas e tristes.
Não importam os caminhos, o silêncio de tua voz,
Não importa que o tempo se faça mesquinho, e chame
O esquecimento para cobrir e esconder teu nome.
Não importa...não vou desistir nunca de ter você.
Que zombem de minhas lágrimas, que riam, 
Que me achem ridículo e me deixem recluso, só,
Em qualquer canto do mundo como um louco perdido,
Com um olhar vago olhando o que ninguém vê.
Não importa...não vou desistir de você...nunca.
Afinal... para quê existe a saudade? A não ser para
Se amar duas vezes... uma quando se está perto,
E  a outra, e mais intensamente, quando se etá longe,
Muito além de qualquer estar. Assim, querida...
Nunca vou desistir de você


José João
11/08/2.014







Um comentário:

  1. Saudade, é o amor que fica! é bom senti-lo...é maravilhoso tê-lo. Só assim podemos saber e medir o quanto a pessoa nos deixou marcas e o quanto nos foi importante.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...