terça-feira, 26 de agosto de 2014

Era uma vez um sonho...

É um sonho que não termino nunca de sonhar,
Um sonho de tantos recomeços...sem nunca ter um fim,
Parece uma sinfonia inacabada, uma melodia infinita,
Cheia de acordes que nunca ninguém criou,
Assim é o meu sonho, cheio de um rosto que nunca vi,
De um perfume que nunca senti, de palavras que nunca ouvi,
Mas de sensações vivas cheias da vontade de ser feliz.
Nas noites, qualquer que seja a noite, estou ali sonhando.
Entre a multidão, entre os rostos desconhecidos,
Na pressa de cada um, procuro um rosto que não sei,
Mas que está em meus sonhos, mesmo sem nunca ter visto.
Parado no tempo, como se tudo fosse igual ao que passou,
Quando o ontem e o hoje se confundem por ser a mesma
História...me vem o sonho, trazendo um rosto que não
Conheço, mas sei que existe, que está em algum lugar.
Assim, em qualquer lugar, começo meu sonho...
Todo dia é um novo recomeço do mesmo sonho...
Mas sempre fica em pedaços, incompleto, inacabado...
Como se fosse uma história que começa assim...
Era uma vez um sonho que...nunca se fez verdade.


José João
26/08/2.014



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...