segunda-feira, 21 de julho de 2014

Meus poemas...pedaços de mim

Acho que não sei escrever poemas bonitos...
A tristeza só se escreve com palavras tristes,
Cheias do que não se quer dizer, mas é preciso,
Meus poemas são cheios de mim, do que minha alma sente,
São cheios de lágrimas que choramos juntos, cheios de solidão,
Que nos abriga no colo como se tudo fosse vazio. 
Não sei dizer, nos poemas que choro, palavras bonitas,
Quem me ensinou escrever foram as dores de... perdas,
De adeus que nunca passaram, de saudades doídas
Que ficam guardadas na alma, cheias de sempre,
De sonhos que ficaram como páginas perdidas,
Empoeiradas, em pedaços rotos do tempo,
Fragmentos que se perdem na imensidão de lembranças
Mortas, cheias de amanhãs que nunca chegaram
E de ontens que nunca passaram, ficaram como dor,
Fazendo meus poemas trites e sem palavras bonitas.
Meus poemas pedem por favor ao passar entre sorrisos,
Entre os olhares que se encontram contando histórias
De amor. Meus poemas...não têm como serem bonitos...
São apenas pedaços de mim.


José João
21/07/2.014




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...