segunda-feira, 9 de junho de 2014

Quando meus sonhos te trazem


Minhas lágrimas não conseguem se conter
Quando meus sonhos te trazem toda e plena,
E teu rosto, como se fosse de um anjo,
Me ilumina o momento e vai buscar nós dois,
Meus olhos brilham, meu coração pulsa ,
Minhas mãos tremem, digo baixinho: Te amo,
Sinto, na incoerência dessa absurda solidão,
Tua presença entre minhas angustias e medos,
Medo que essa saudade um dia não te traga mais
E minhas noites fiquem vazias, perdidas de mim,
Sem sonhos para sonhar, cheias de lembranças mortas
E eu perdido na demência do esquecimento,
Sentindo o tempo parar no nada pela falta de ti.
Hoje vi teu rosto na pintura que minha alma fez,
Te pôs nos olhos a inocência de uma criança,
Nos lábios, a cor de um pedacinho do por-do-sol,
Rubro, entre matizes de desejos e saudade
E eu...humildemente te escrevi em versos...
Não desses versos que se lê...mas versos ...
Tão divinos que apenas a alma sente 

José João
09/06/2.014



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...