terça-feira, 27 de maio de 2014

A eternidade dos nossos momentos

Te amei com toda força de minha alma,
Te amei como se a vida, para ser vivida,
Não precisasse de mais nada. Só desse amor,
Que me tomava de mim e me entregava sem reservas,
Todo e pleno só pra ti. Te fiz minha essência e, amor,
Se hoje, em desespero incontido, grito tua  ausência,
É que essa dor se fez muito, mais que tudo que posso
Suportar. Hoje, repito na demência de minha solidão,
As palavras que te dizia, quando nossas almas,
Brincavam de fazer versos com o cheiro de nós dois,
Quando ela fazia nossos corações pulsarem na harmonia
De um só, quando se confundiam sentindo a mesma alegria.
E pulsavam dentro de nós como se gritassem nossos nomes,
Em sorrisos inocentes cheios da vontade que nós.
Hoje, apenas lágrimas, que saem como pedaços de mim,
Cada uma, uma história, e são tantas, cada momento
Por nós vivido, era uma história completa, infinita
E eterna, tanto que o tempo se esqueceu de nós,
E nos deixou assim, você eternamente dentro de mim,


José João
27/05/2.014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...