terça-feira, 13 de maio de 2014

A dor de uma saudade

Essa dor que dói tanto não seria tão doída
Fosse uma dor por falta, por carência,
Fosse assim, haveria lugar no coração
Para buscar histórias e viver outros momentos,
Para ter sonhos novos, para sentir a ansiedade
De um encontro, dessa ansiedade que arrasta as horas,
Deixa como loucura a vontade de estar perto.
Ah! Se fosse dor de carência! Mas não é,
Apesar do coração está repleto, cheio, a transbordar,
Mas é de saudade... tão grande que nem deixa lugar
Para qualquer pensamento que não seja teu
Não há lugar nem para um sonho que não seja contigo,
Assim fica essa dor, a se fazer tudo que sinto.
Minhas lágrimas agora têm a cor da saudade,
O jeito da tristeza, o gosto de um adeus...
Meus dias se fizeram apenas pedaços de tempo,
A se arrastarem sem que saiba das horas,
Cada segundo é como se fosse um lágrima,
Que o tempo chora por pena dos meus olhos.


José joão
13/05/2.014






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...