quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Uma folha de papel mágica

Estive, ontem, desenhando sonhos numa folha de papel
Que o vento trouxe e deitou aos meus pés,
Desenhei muitos sonhos, mas alguns eram de ontem,
Que ainda serão sonhados por muitos amanhãs,
Como se fossem sonhos novos. Ah! Essa saudade!
Fazem sonhos antigos serem tão recentes!
Mas também desenhei sonhos que ainda não sonhei...
Ah! Essa  vontade de escrever histórias...
Essas que terminam com um final feliz. Terminam!?
Bem, desenhei sonhos sorridentes, alegres...
Sonhos que ficavam brincando de correr no tempo,
Coloridos, dessas cores que só se pode colorir
Os sonhos, são cores mágicas. Cheios de detalhes,
Desenhei o gosto de beijos antigos, desenhei olhares
Distantes, apaixonados (esses eram meus) perdidos
No horizonte buscando imagens que ficaram guardadas
Em outros sonhos mais distantes. Desenhei tanto...
Desenhei carinhos que ainda não fiz, beijos que ainda não dei,
Foi quando uma estrela cadente, linda, cruzou o céu
Pedindo que se fizesse pedidos, fiz um, bem simples, até...
Bem pedi que...ah! se disser, o pedido não se realiza...
Mas vou dizer, pedi que...a folha de papel
Que o vento trouxe fosse mágica, aí então tudo
Poderia...ainda não sei se a estrela cadente
Realizou  meu desejo... uma folha de papel mágica.


José João
01/01/2.014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...