sábado, 14 de dezembro de 2013

Meus medos e anseios

Eu, dentro da solidão, crio tantos sonhos!
As vezes sonhos loucos, em outras sonhos inocentes.
Mas todos, sempre sonhos impossíveis.
Os pensamentos se fazem muitos, as vezes tão bobos,
Como pensamento que não se quer pensar,
Mas a carência, como torturante angustia,
Manda que se  pense, e pedaços de momentos, 
Se fazem em minha frente, pedaços de nós dois
Que insisto em manter vivos dentro de mim
E completos dentro da alma. Precisava te dizer
O que o esquecimento não me tomou ainda,
Mas tinha medo da solidão não me deixar falar,
Me encher de soluços e lágrimas, me deixar mudo,
Mas aprendi, mesmo dentro dela, criar sonhos de nós,
Ainda que sonhos impossíveis, esses que se chama
De ilusão, e assim deixar minha alma falar por mim
E deixar que sua voz te grite meus anseios,
Estejas onde estiveres, até dentro de outro coração.


José João
14/12/2.013







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...