sexta-feira, 15 de novembro de 2013

................(teu nome...que não sei)

Te amo, na eternidade de cada momento, te amo.
Te faço minha vida, te dou os meus pensamentos,
Que não haveriam se não fossem teus. Te vivo.
Te vivo a cada instante que a vida me permite viver,
Te respiro, te sinto na brisa leve, no perfume das flores,
Te sinto no orvalho que molhou a madrugada
E de lá te trago em meus sonhos, divinamente coloridos.
Te rezo nas minhas orações. Ave Maria é teu nome
Gritado pelos anjos na candura do céu, na ternura infinda
Da beleza do teu rosto, que há de fazer-se eterno,
A cada instante que a vida me permita eterniza-lo
Nas orações que rezo nas poesias cheias de ti.
Santa, te chamo, te faço o nome, a encher-me
Da graça de amar-te desde ontem até sempre,
A permitir-me te orar, te venerar como dádiva divina
Caída do céu, por descuido, dentro desse coração
Que repleto de ti, só sabe pulsar dizendo: Te amo
Só falta que...me encontres. Chega logo...por favor.


José João
15/11/2.013

Um comentário:

  1. Nossa José, que alma inspiradora você tem!
    Como não viajar num mar de sentimentos ao ler teu poema?
    Certamente a pessoa que te inspira deve ser muito especial...
    Parabéns mais uma vez, grande amigo e Apaixonado poeta.
    Beijos.
    http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...