quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Não sei mais onde te procurar

...Te procurei. Gritei teu nome em desespero,
Gritei alto, com a força que todas as saudades de ti
Me permitiram gritar. Corri entre horizontes distantes,
Busquei teus rastros até em estradas desconhecidas,
Não te achei. Sentei sobre um pedaço do tempo,
Um pedaço que me havias deixado, marcado
Com aquele sorriso que me deste quando te disse 
Todas as palavras que o amor me ensinou dizer,
E, sentando sobre ele, conversei com minha alma,
Só ela me ouvia e me ajudava a chorar essa dor
Forte, que deste quando foste, comigo ficou guardada.
Tentei, como louco, te seguir os passos, 
Mas até o perfume - aquele que as flores invejavam -
Desapareceu, se perdeu no ar. Aí, triste, percebi
Que não te encontraria mais, meus sonhos morreram
Como se fossem um triste e trágico fim de um história
Que começou com um olhar, um sorriso, um aceno,
Depois um beijo, uma promessa, mãos dadas,
Horizontes se abrindo para os sonhos...e depois
...Estradas vazias sem marcas...sem esperanças
E apenas uma poesia que ainda assim ...
Insiste... em te procurar


José João
20/11/2.013






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...