quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Eu? Ridícula por chorar?!

Chega, diz minha alma desesperada e aos prantos,
Chega, não importa mais que me achem ridícula
Porque choro. Choro os prantos que são meus,
Pelas dores que são minhas. Me deixem em paz.
Acham que sou ridícula por ter amado loucamente?
Por ter feito do amor uma oração superior e divina?
Amei, e fiz do amor minha arte de viver. Chorar?
Chorava escondido por vergonha de mim. Bobagem.
Hoje minhas lágrimas voam livres, soltas, à vontade,
Sem medo do que dirão. Eu, ridícula por ter amado?!
Vou amar sempre e mais e tanto. Amar hoje, amanhã,
Tantas vezes meu coração se dispuser, mesmo sabendo
Que dores, saudades e angustias poderão vir,
Mas vou amar, colorir, se for preciso, a mais linda
História de amor, com lágrimas brilhantes, viçosas,
Saídas dos meus olhos como o mais completo
Resumo de mim. Ridícula?! Eu! Amante inveterada
A me entregar ao deleite de dizer: Te amo,
Vou me permitir amar infinita e eternamente.
E a cada amor hei de amar muito mais que o de antes
Até faze-lo do tamanho de minha vontade...infinito.


José João
28/11/2.013





2 comentários:

  1. E porque não atende aos apelos da alma? Belíssimo.

    ResponderExcluir
  2. JOSÉ JOÃO !!! ME TIRASTES DO CHÃO COM TAMANHA BELEZA !!! MAS ASSIM PARO DE COMPOR PARA SÓ MUSICAR !!! VOCÊ ESTA MATANDO A PAU CARA !!! LINDO DEMAIS !!! UM ABRAÇO DO PARCEIRO E FÃ !!! ESTA VENDO JÁ MUDEI A ORDEM DEPOIS TERÁS UM SURPRESA E ENTENDERÁS PORQUE !!! rsrsr Um ABRAÇO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...