terça-feira, 29 de outubro de 2013

Uma história pra contar.

Te amo. Talvez  seja este meu maior segredo,
Te amo em meu silêncio, nos meus sonhos impossíveis,
Na minha louca vontade de gritar... mas calo, emudeço.
Minha alma te procura aflita em todos os meus momentos,
Te faz poesias que ela mesma recita entre prazer e angustia.
Prazer de se fazer tua nos sonhos, e angustia por  nunca ser.
Disseste adeus, agora eu sei, caminhos a se abrirem livres,
Fazem que sigas para outros horizontes, outras histórias,
E eu? Vou te seguindo, como se tua liberdade fosse estrada
Para os meus tantos sentimentos, todos os que guardei,
Todos os que escondi, por não poder entrar em tua alma
Ocupada que estava, talvez até, apenas pelo hábito. 
Ah! Esses nossos costumes que nos marcam tanto!
Sei, teu coração ainda sente a dor do adeus que disseste,
Talvez ainda a angustia te sufoque os dias, a horas,
Talvez teus pensamentos ainda sejam tomados pelos ontens
- é muito difícil viver um adeus -
Mas, te amo assim mesmo, embora não te espere nunca.
Vou apenas sonhar, vale a pena, afinal sonhar também é viver,
Que bom que estás livre, essa dor vai passar logo...
Mas a minha...não sei. Viver esse amor em silêncio,
Guardar esse segredo que se faz em mim um mundo
E viver dentro dele! Mas é bem melhor ter uma história
Pra chorar que não ter nenhuma pra contar.


José João
28/10/2.012



Um comentário:

  1. As vezes dizemos adeus sem querer dizer, apenas pra não mais sofrer... e no final fica um adeus doído, sempre que lembrado... vai entender...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...