sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Meus loucos desejos

 No instante de candura infinda, quando penso em ti,
Nesse instante infinito, de cativo me faço ao teu pensar.
De há muito te sinto, nos meus sonhos, doce querer
E me entrego a eles numa louca vontade de amar e viver

Te sorvo nas minhas vontades, nos momentos de adoração
Onde enternecido me entrego perdido nesse estranho sonhar
Me perco imaginando sentir o sabor de teu corpo, o calor
A aquecer-me, e em  perfeita harmonia o meu te entregar

Impossível, eu sei, juntarmos nós dois ou pedaços de nós
Em laços ou abraços, em suspiros, olhares, vontades e beijos 
Como junta-los se são só meus esses tantos insanos desejos?

E me faço perder a razão em estranhos anseios sentidos
Mas me entrego como fosse verdade essa minha loucura
E me sonho em teus braços em abraços de amor e ternura


José João
26/09/2.013





2 comentários:

  1. JOSÉ JOÃO !!! O MEU RETORNO AO MEU POETA MAIOR NÃO PODERIA SER DE OUTRO JEITO !!! EM GRANDE ESTILO !!! QUANTA BELEZA NOS TEUS VERSOS E QUANTO SENTIMENTO EM TUAS PALAVRAS !!! JÁ QUE NÃO CHORAS !!! CHORO EU DE ALEGRIA POR TE REENCONTRAR !!! UM GRANDE ABRAÇO DO AMIGO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Nossa João que soneto maravilhoso, um encanto, parabéns pela linda inspiração. Bjus

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...