terça-feira, 27 de agosto de 2013

Tudo em mim ainda é teu

Meus olhos vagueiam te buscando entre as lembranças,
Meu coração, em cada pulsar, grita uma letra de teu nome
E minha alma, como eco do pensamento, voa como louca,
Te procurando entre os tantos sonhos que me fizeste sonhar.
Tua ausência faz tudo ficar sem cor, vazio, sem vida,
A saudade, uma saudade doída, mais que todas que senti
Não me deixa pensar em mim, faz tudo ser tu, ou ser teu.
O volteio leve da brisa... me traz suavemente teu perfume,
Se se faz mais forte, rompendo o silêncio...sussurra teu nome,
Se uma nuvem se deixa ficar porque a brisa é leve...
Parece desenhar teu rosto, que apenas eu posso ver.
Até minhas lágrimas, quando suavemente deslizam em meu rosto,
Quando chegam em meus lábios têm o gosto de de ti, 
Fecho os olhos, deixo o sabor de teu beijo tomar conta de mim
E grito pra alma que voltaste. Ela corre de dentro do nada,
Pula sem medo pra dentro de mim, do meu sonhar acordado,
E quietinha se deixa ficar no gosto que sinto de ti,
Sussurrando teu nome como criança que no colo da mãe
Se sente segura para deitar, dormir e sonhar


José João
27/08/2.013



Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...