quinta-feira, 8 de agosto de 2013

As palavras são tão poucas

O desespero toma conta de mim, me deixa perdido
Procurando  palavras, que se fazem tão poucas,
Quando quero dizer de todo meu sentimento.
De que adiantaria dizer te amo? 
Por mais que minha alma gritasse...seria tão pouco.
Se eu dissesse: Não vivo sem você. Que adiantaria?
São palavras tão comuns que se fazem pequenas
Para o tamanho do que minha alma sente e grita,
Foste muito mais do que um dia pedi, muito mais,
Mais que todos os sonhos que me permitiram sonhar
Te fizeste, em mim, tão maior que tudo 
Que para viver minha vida tinha que viver primeiro a tua.
Que palavras poderiam dizer esse tanto sentimento?
As palavras, todas elas. Todas. Não podem dizer
O que minha alma sente. A vida te fez mais que tudo,
Talvez, se todas as palavras tivessem nascido de dentro 
De minha alma, talvez assim, elas dissessem um pouquinho
Do que sinto, do que quero te dizer e não posso.
As palavras, coitadas,  são realmente muito poucas para tanto.


José João
08/08/2.013



3 comentários:

  1. Boa tarde,
    Já diz um velho ditado, "mais vale um gesto que mil palavras"
    Sua composição está magnifica, tem haver com a situação que muitas pessoas vivem.

    ResponderExcluir
  2. João, o que não pode é sufocar sentimentos, eles serão entendido e sentidos, seja com atitudes ou até no silêncio de um olhar, mas nunca devem ser sufocados e reprimidos. Sempre vale apena tentar. Linda!

    ResponderExcluir
  3. Às vezes, melhor é um olhar mais demorado...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...