sexta-feira, 31 de maio de 2013

Estranha ... essa minha saudade!

Saudade estranha é essa saudade que sinto de ti!
Quando me olhas, me falas, me vês e não sabes
Quando tão perto que até teu perfume fala comigo
Estranha essa saudade, essa vontade, esse castigo

Meus olhos gritam desesperados e não percebes
Meu coração pulsa chamando teu  nome, não ouves
Minhas mãos procuram desculpas para tocar as tuas 
Ficam tremulas, suadas, inocentes, carentes e nuas

Saudade estranha  que sinto, mesmo se estás perto
Se nossos olhares se cruzam meus olhos desmaiam
Ficam crianças perdidas que sonham e nada falam

Vontade, carência, saudade, essa vontade de estar!
Essa vontade de ser, pelo menos, um teu pensamento
Mesmo breve ...num piscar de olhos...e me contento


José João
31/05/2.013




2 comentários:

  1. Nossa, que maravilha, linda demais. Bjus



    ResponderExcluir
  2. Dificil defini-la e tão facil viver sob ela.
    Belo trabalho amigo.
    Meu abraço.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...