segunda-feira, 15 de abril de 2013

Um outro champanhe

Viva. "Champanhe. Champanhe, para brindar um encontro"
Com minhas lágrimas que se derramam na taça, se misturam
Com saudades, com sonhos perdidos e com...champanhe...
Para brindar teu encontro, teus beijos, para brindar que... 
Me esqueceste. Brindo o sabor de outros lábios que agora beijas.
Brindo comigo a raiva de mim no beijo da taça de ...champanhe
Viva. Viva o brinde de um bêbado. Viva a angustia... e a dor,
Viva o beijo frio que a solidão troca comigo com gosto de...
Saudade de...champanhe, derramada no chão a se fazer
Rastro para recordações que se fizeram feridas na alma.
Um brinde. Um brinde para minhas lágrimas teimosas
Que saem ao mundo, loucas, gritando desejos perdidos,
Gritando com a alma teu nome como oração. Um brinde,
Um brinde às vãs tentativas de esquecer os momentos,
Os dias vividos, os dias sentidos, molhados com gosto de ti.
Quero brindar. Champanhe. Champanhe para os beijos moribundos,
Para meus sonhos, agora como vagabundos, andarilhos do tempo
Por falta de ti. Champanhe para um bêbado de passos trôpegos,
De voz reticente, buscando na noite um sonho qualquer.
Champanhe para brindar teu encontro, esse teu novo amor.
Champanhe, por favor, muita champanhe para brindar minha ...
...minha (                         ) dor.


José João
15/04/2.013




4 comentários:

  1. Olá,amigo!
    Um brinde ao seu poema!
    Maravilhoso!!!!
    Belíssima inspiração.
    Lis

    ResponderExcluir
  2. Lis. Ana, obrigado, são almas sensíveis assim que a cada dia nos inspiram mais. Um beijo poético.

    ResponderExcluir
  3. Realmente o poema é merecedor de um brinde e muitos aplausos. Parabéns!

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...