terça-feira, 23 de abril de 2013

Meu pensamento e eu

As vezes o pensamento vai buscar momentos tão distantes!
Momentos coloridos, repletos de mim, de vida e de sonhos
Alguns guardados como doces relíquias a se fazerem história
Ficam acomodados, latentes, mas vivos dentro da  memória

Ah! Esse meu pensamento! Cheio de tantas saudades infindas
Lá de quando a musica se fazia voz a buscar dentro de mim
Poemas escritos em versos de sublime e perfeita incoerência
Porque neles só a solidão gritava perdida na própria carência

Meu pensamento as vezes parece criança sonhando ser feliz
Faz por inocência da última pétala sempre um bem-me-quer
Faz do amor seu caminho, indo, sem medo, onde ele quiser

Mas as vezes, como agora, se faz de um senhor, que perdeu
Os sonhos, a meiguice de um olhar colorido de esperança,
Um  triste, por saber que a felicidade nunca mais lhe alcança


José João
17/04/2.013










Um comentário:

  1. Boa noite!
    Que belo poema, pensamentos voam livres...
    Vão há lugares que nós não podemos estar presente fisicamente.
    Beijos!
    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...