sexta-feira, 26 de abril de 2013

As lágrimas escolhem a dor que vou chorar


Não sou triste, minhas lágrimas é que são teimosas,
E ... vaidosas. Se enfeitam todas para vir aos olhos
Mas escolhem a saudade e a dor que querem chorar
Não é por qualquer dor ou saudade que vão brilhar

Se preparam por muito tempo, se fazem experientes
Não querem ser enganadas e chorar um dor qualquer
Dor que vale a pena ser chorada, a alma chora também
Dizem elas. Então elas chegam, como pra dor convém

A dor da saudade que minhas lágrimas teimosas choram
São dores de adeus que sem palavras os olhos gritaram
Quando os lábios tremeram e por tanta dor se calaram

São dores de saudades vindas lá de dentro do coração
Deixando a alma prostrada, deitada pedindo  perdão
Por achar que viver já não tem mais nenhuma razão


José João
24/04/2.013








2 comentários:

  1. Há tempo de sorri e tempo de chorar, preferia sorrir sempre e que as pessoas que gosto também sorrissem, mas isso não depende só de mim... Minhas lágrimas querem descer, mas sou mais teimosa que elas... Como sempre seu soneto está maravilhoso, pois o poeta tem esse dom, de fazer da dor, lindos versos. Bju

    ResponderExcluir
  2. São lágrimas em versos e mágoas em rimas.
    Resta à leitora uma profunda tristeza que o poeta transmite por sentir tão forte.

    => Crazy 40 Blog
    => MeNiNoSeMJuIz®
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...