sexta-feira, 29 de março de 2013

Não tenho medo de sofrer

Nunca tive medo de dizer adeus, aprendi a sofrer
Não me nego às dores, nem à solidão e nem ao pranto
Já me acostumei até mesmo com a ausência de mim
Com esse vazio que faz pensar estar tudo perto do fim

As lágrimas me enchem os olhos, a alma me grita aflita
As dores que sente. A saudade me acompanha na noite,
Os sonhos se perdem, se vão em pedaços, fragmentos
E a solidão se permite ficar no vazio de cada momento

É só isso, já senti outras vezes. Quantas vezes chorei!
Quantos adeus. quantas perdas.! Me acostumei e vivo
E se outras dores vierem, a elas, apenas ficarei  cativo

Sempre guardei as lágrimas, sempre as deixei nos olhos
Afinal nunca ninguém sabe o que o amanhã  pode dar
Se for outra dor, outra saudade, é só viver, é só chorar


José João
30/03/2.013













Um comentário:

  1. Boa noite,João.

    O sofrer e chorar faz parte de nossa vida. Mas há de se lembrar mais dos sorrisos e momentos de pequenas alegrias que nem nos damos conta!
    Esses importam!

    E a Páscoa é o momenrto de renascer,reescrever nossas vidas,recomeçar.

    É nossa ressurreição também


    Uma Páscoa de muita Paz e luz para você.

    Abraços

    Donetzka

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...