domingo, 24 de fevereiro de 2013

Só sei brincar de chorar

Estou triste, perdi, talvez, o melhor pedaço de mim
Já não sei mais sonhar, o vazio se fez denso e forte
Perdi a ternura de ser, desaprendi até mesmo cantar
Se fecho os olhos nem uma flor não sei mais desenhar

As nuvens se fazem desenhos sem forma e sem cor
Não sinto mais a sutileza da brisa beijando meu rosto
Meus olhos, em prantos confusos e sem nenhum pudor
Se enchem de lágrimas por qualquer ai que nem seja dor

Até a noite que nos braços me punha me fazendo sonhar
Agora me deixa no frio do silêncio sem poder nem pensar
Nos momentos que um dia, ainda criança, ousei desejar

Por falar em criança, a criança que fui se deixou sufocar
Nas dores que a vida, entre tantas perdas, quiseram ficar
Agora pode até ser estranho mas só sei brincar de chorar


José João
23/02/2.013





2 comentários:

  1. É preciso ousar novamente e deixar fluir a criança que mora neste coração para que as novas brincadeiras sejam repletas de sorrisos e felicidade. Um triste lamento nestes belos versos. Um ótimo domingo. Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Triste, melancólico, mas belo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...