terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Quem nunca ouviu um adeus?


Adeus, quem não ouviu? Ninguém vive sem dize-lo um dia.
E a cada um, vai parte de nós, se morre um pouco mais
Ah! Se o tempo parasse, se a voz não falasse nessa hora!
Se nunca fosse preciso ficar, nem partir, ter que ir embora!

Quem não chorou num adeus, vendo o vazio sem nada falar?
Ouvir ou dizer, calar ou chorar, gritar em silêncio essa dor
Sentir o tremor das mãos, a falta de voz, um querer não estar
E a alma, coitada, em silêncio gritando: Por favor não se vá

Quem nunca chorou um adeus, com certeza, nunca viveu
Não sentiu a dor da ausência sendo chorada pela saudade
Que vai viver dentro da gente, talvez como única verdade

Adeus, uma dor que ninguém quer sentir mas... é preciso
Um pedaço que fica dentro da gente e nos faz incompletos
Embora nos deixando, do outro, para sempre... repletos


José João
25/12/2.012QuQu



3 comentários:

  1. Tão simples,tão triste e ao mesmo tempo tão doce.

    Um bom dia.

    Ana

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema José João de saudades e adeus vamos vivendo ...Um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  3. Me reservo a não comentar... para só ...APLAUDIR!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...