quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Já nem sei quem és



Agora como viver se tudo se perdeu pra mim?
Até os sonhos se foram sem nada me dizer
Tua saudade me acorda, me manda chorar
Mas tudo se faz tão pouco. Que posso fazer?

Nem sei mais onde possa caminhar... olhar
Chega um momento que tudo se faz sem cor
Até os prantos se desbotam em meu rosto
E o gosto das lágrimas fica gosto de dor

Que posso agora, se só o adeus ficou aqui?
Dentro do peito, como uma história sem ter fim
E o amor, talvez tenha morrido dentro de mim

Tanto te pedi, gritei: Por favor fica, não se vá
De joelhos, lembro ainda, chorei aos teus pés
Te foste, saudade ou dor? Já nem sei quem és

2 comentários:

  1. José João Muito lindo " tua saudade me acorda e me manda Chorar " Muito lindo amigo meus parabéns grande poeta ...Um abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Que saudade malvada... até o sono perturba. Versejar lindo, mas triste. Bj

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...