segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Hoje, quero apenas...


Hoje não quero escrever, nem versos, nem poesias.
Hoje quero apenas buscar sonhos mortos, lembrar,
Ir buscar saudades antigas, revirar gavetas fechadas
Buscar as histórias que no tempo ficaram guardadas

Hoje não quero, nem sorrir, nem chorar, nem ouvir
Hoje quero ser apenas só, como se fosse uma letra,
Somente uma letra do verso que ninguém quis fazer
Naquela  poesia que nenhum poeta soube escrever

Quero buscar desejos perdidos...os velhos guardados
Que a alma  insiste em esconder no escuro, trancados
Quem sabe por medo ou... deles ter se envergonhado?

Não quero escrever, versos, nem poesias, nem cantos
Quero estar só, como pássaro que desgarrado voa
Como nuvem perdida que vai só, calada, nua e à toa


José João
17/12/2.012





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...