domingo, 25 de novembro de 2012

Meus anjos poetas


Minhas poesias são pequenos contos cheios de ternura e amor
Em que doces anjos, flutuando alegres, me ajudam a compor
Esses anjos divinos me contam histórias daqueles que amaram
E a esse amor, sem medo da dor, um dia a ele, se entregaram

Ah! Esses anjos do espaço que me ajudam a escrever versos!
Me vêm de mansinho, me põem nos olhos os sonhos sonhados
Me buscam no tempo, saudades e prantos na alma guardados
De amores perdidos, até mesmo esquecidos, mas tanto chorados

Em sussurros, que só eu posso ouvir, eles me dizem baixinho
Que ficam comigo, que gostam de sempre a meu lado estar
Por que nunca viram, assim como eu,  tanto sofrer e amar

Então me ajudam, nas poesias, contando histórias de mim
Histórias que são verdadeiras, contadas por esses anjos poetas
Que risonhos me falam de amores eternos em poesias completas


José João
25/11/2.012


3 comentários:

  1. João! Que maravilha! Os anjos realmente devem ser poetas.

    Se mais tivesse reações eu as marcaria.

    Bom ter um poeta e homem tão
    sensível no meu grupo.

    Consegui aprender como receber atualizações de alguns blogs amigos e o seu está na lista,claro!


    Uma semana maravilhosa!

    Beijos com gosto de carinho.

    Donetzka

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo José João ...Permita-me dizer já dos anjos sabia ...pois lindos são teus poemas e poisias...!!! Que estes não te deixem nunca...para que estejas a encantar com tuas palavras e sentimentos ..sempre nossos coração ...um grande abraço Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  3. Que doces anjos, José João!
    Tanta ternura nos seus versos!
    Muitos parabéns!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...