domingo, 30 de setembro de 2012

Viver? Não é apenas estar vivo


Meus gritos voam no espaço como notas musicais perdidas
Meus sonhos se vão ao tempo como poesias inacabadas
Sonhos de momentos perdidos, gritos de dores vividas.
Quem dera se fizessem doce canção gritando a vida!

Que mesmo em prantos por tantas saudades sentidas
Que mesmo chorando uma solidão sempre tão doída
Que mesmo sendo triste por tantos adeus e partidas
Que mesmo regada a prantos vale a pena ser vivida

Nela estão todos os meus sorrisos, até sorrisos tristes
Todas as emoções que me permitiram serem sentidas
As lágrimas que muitas vezes em mim se fazem incontidas

Sorrisos e prantos, dores e cantos, coração batendo forte
Gritando amores, gritando dores de histórias acontecidas
Todas essas emoções que sem vida... nunca seriam sentidas


José João
30/09/2.012

Um comentário:

  1. Como são verdadeiras estas belas e sentidas palavras ...uma bela forma de traduzir a tristeza da alma na solidão ...do amigo com carinho Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...