terça-feira, 4 de setembro de 2012

Mais que só


Mais que saudade, bem mais que tristeza...
Mais ainda que solidão,
Estou só, sem mim e sem vontade.
Na verdade só o vazio
Que de dentro de mim explode
Me cerca e me consome lentamente.
Se por acaso sentisse saudade...
Se sentisse, pelo menos, tristeza!
Espantaria o vazio que sinto
Por recordar o que tive ou que fui,
Entretanto me sinto nada,
Tomara seja apenas a letargia de um momento
E que passe logo.
Não consigo pensar, nem mesmo sonhar
No que ainda poderia ter ou ser.
Estou preso... dentro do quê? Não sei.
A solidão antes não me assustava,
Até brincava comigo, tão inconstante era,
Agora, constante e cruel, como se dona de mim.
Quem me dera saber cantar uma canção...
Ou... escrever uma poesia.
Talvez se o fizesse, quem sabe,
O vazio iria embora, mas por não saber
Continuo assim, mais que triste,
Mais que apenas só. Simplesmente vazio.


José João
04/09/2.012

Um comentário:

  1. Fiquei sem palavras meu amigo !!! Muito lindo viu Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...