quinta-feira, 5 de julho de 2012

E vem a solidão ficar comigo


Te amar, foi como se a primavera só existisse uma vez,
Assim como se fosses o único dia que o sol iluminou
Te amar, foi ficar entre céus e oceanos a me ver sonhar
E te ver como anjo refletido brincando com o mar

Teu rosto, desenhado em nuvens, tanto era o amor
Que te via assim, sempre sorrindo brincando de brincar
Mandando beijos pelo vento, pela brisa, em belo canto
Que sempre pensei ser da primavera esse doce encanto

Nunca pensei no verão, nem nas folhas caídas do outono
Nunca pensei em prantos, saudades, adeus ou ausências
Sempre um mundo florido, completo de amor, sem carências

Mas de repente o céu se torna cinza, tudo vai indo, fugindo,
Voando no tempo, se perdendo num manto invisível de vazio
E vem a solidão ficar comigo. Fingindo tristeza me olha sorrindo


José João
05/07/2.012


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...