quinta-feira, 12 de julho de 2012

Além de mim


Teu beijos me acostumaram a sentir o gosto do vento
Esse vento gostoso que todas as manhãs beija as flores
Acostumei com tua voz como se fosse gorjeio de pássaros
A cantar divino canto falando das belezas e dos amores

Foste a vida que vivi, foste o calor e os encantos que senti
Ficaste dentro de mim, de minha alma, como doce canto
A embalar sonhos que se faziam muito mais que sonhos
Eram histórias que me faziam rir e até  ironizar o pranto

Eras meu ontem, meu hoje, eras todo os meus amanhãs
Eras o ar que respirava, a história mais perfeita que vivi
Na verdade, foste a única história de vida que escrevi

Hoje tua imagem fica comigo nas noites que não durmo,
Na saudade que o tempo teima buscar indo além de mim
De tudo que fui, que sou, só não além dessa tristeza sem fim


José João
12/07/2.012







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...