quarta-feira, 6 de junho de 2012

Ondas e lágrimas


Derramam-se na areia branca, do mar, as ondas
Como lágrimas luzentes, tristonhas e passivas
Que de muito longe vêm chorar aqui as suas dores
Como doces lembranças de saudades tão cativas

Deitam-se mansas na areia como a pedir carinhos
E se deixam ficar sob o céu, o sol de outra terra
Como se um porto a vestir-se de novas esperanças
Talvez cansadas de seguirem tantos velhos caminhos

Na areia sentado, das ondas, espero o descansar
Sei, novas rotas tomarão e um outro rumo seguirão
E com elas minhas lágrimas outro porto vão buscar

Às lágrimas e aos velhos sonhos, a eles posso pedir
Que me levem o pensamento e me deixem aqui ficar
Buscando na alma triste outros sonhos pra sonhar


José João







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...