segunda-feira, 11 de junho de 2012

Não acredito mais


Como posso acreditar quando alguém disser que me ama
Se quando olhar em seus olhos não vejo o brilho dos teus?
Tua pele de seda, de flor, teu perfume divino de anjo mulher
Como posso acreditar, amor. Amar não é palavra qualquer

Que se diz por dizer. Só tu, amor, sabias, parecia um canto
Como se fosse a brisa cantando hinos de amor para o tempo.
Amor, até tuas palavras tinham perfume. Então como posso,
Como posso acreditar se a mim parece, as outras queixume?

Teu olhar de estrela menina, que vem vindo na noite sorrindo
Brincando de cantar como os anjos, divinos e belos hinos
Amor como posso acreditar? Tu não me falavas fingindo.

Faço agora de tudo silêncio, ou palavras que não quero ouvir
Mas me ponho atento ao som da noite, ou do meu sonhar
Para que na minha já quase loucura, possa amor, te escutar.


José João



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...