terça-feira, 1 de maio de 2012

Vou esperar


É quase noite, o tempo parece cantar uma Ave Maria
A brisa sopra de mansinho como se rezasse uma oração,
Lá longe, não sei onde, muito além de qualquer lugar
Existe uma saudade, um olhar perdido, talvez um chorar

Busco lá no horizonte, onde o sol me convida para levar
Pensamentos que com ele vai para outro porto, outro pousar
Vão com ele também, pra onde não sei , todas as vontades
Como os sonhos que tantas vezes sonhei sem querer acordar

O sol faz uma estrada no mar onde as ondas brincam de passear
Como se fosse um caminho convidando para ir, seguir, vagar
Meus olhos seguem e as lágrimas caem, só me resta chorar

Onde me levaria o sol, o mar ? Será que onde quero chegar?
Não sei se devo ir procurar, se devo ficar e ... esperar
Quem sabe ela esteja ansiosa e venha brincando de chegar.


José João



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...