sexta-feira, 4 de maio de 2012

Sujeito...



 ... Se eu fizesse parte de um verso
Seria palavra solta, sem sentido, sem razão
Seria uma palavra que, mesmo no fim do verso,
Nada diria, seria um verso sem  gosto, sem rima,
Seria um verso atirado ao tempo sem nada dizer.
E se eu fosse a palavra do começo do verso?
O verso nem existiria, não seria escrito
Eu não seria a palavra para começar a dizer
O que no verso poderia ser dito.
Se eu fosse a palavra do meio do verso
A verso teria começo e teria fim
Não teria meio, ele seria um pedaço vazio de mim
Não posso ser verso, então poesia não seria,
Talvez eu seja apenas um pensamento
De alguém que se esqueceu de pensar,
Que nada escreveu por nada querer contar.
Talvez, quem sabe, eu seja a lágrima
Que alguém esqueceu de chorar...não
Acho que só eu lembro de mim.
Talvez eu seja a saudade de mim mesmo
Querendo me encontrar... ou talvez
Eu seja uma história que nem aconteceu
Para que ninguém saiba quem sou eu.
Talvez eu seja produto da ilusão de uma mente
Que nem sabe se de verdade eu sou
Um sujeito oculto, ou sujeito inexistente.

José João








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...