sábado, 5 de maio de 2012

Sonho viajante


Vai sonho. Vai em busca de tua verdade
Perdida dentro do tempo e dos prantos
Vai que ti espero como se fosses voltar
O mesmo sonho, como se buscar fosse encontrar

Vai, busca teu tempo  perdido e sem cor
Desbotado que foi pela saudade incontida
Da perda que há muito é tanto sentida
Como se o passado ti fosse o carrasco da vida

Vai. É doída a saudade mas tem que existir
E se doem as lembranças que haverás de fazer?
Sonha, Sonho, teus sonhos, ou haverás de acordar
Em frias noites perdidas me fazendo chorar

Ah! Sonho perdido e em tristes pedaços partidos
Como se fosse de mim, soltas lembranças perdidas
Fragmentos opacos sobre pranto no chão caídos
A quem o tempo tornou pobres prazeres vencidos


José João


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...