terça-feira, 17 de abril de 2012

Um desenho de mim



Minha vida é assim como escreve o destino
Lágrimas, risos, sonhos, voos pelo tempo
Passos deixados por caminhos que não passei
Mas, não sei porquê, caminhos que eu sonhei

Minha vida é assim "colorida" em preto e branco
Em pinceladas duras, frias, pintada sem pincel
Em ranhuras profundas marcadas na alma
Como cicatrizes abertas feitas com um cinzel

Assim o destino, brincado, minha vida escreve
Molhando com minhas lágrimas a ponta do cinzel
Desenhando na alma como se ela fosse papel

Dores, lágrimas, risos, até sonhos não sonhados
Poesias sem rima, quantos versos inacabados!
Pelo destino, como verdade, todos foram pintados

José João










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...