segunda-feira, 26 de março de 2012

Procurando estrelas



Procurando estrelas num céu, que a chuva pinta de cinza, 
Cor que não é cor, do céu que procuro.
As estrelas se escondem, talvez por medo do frio
Que o vento cantando, como se nada quisesse
Vai esfriando, dançando em volteios sem querer parar.
As nuvens de chuva se contorcem em espasmos
Como se um peso do céu, que escuro, a elas sem dó,
Espremesse com força fazendo o espargir,
Como se de pó elas fossem, gotas pequenas,
Na noite sem cor, caem atrevidas brincando na luz.
E como flechas douradas se deitam no chão
Correndo entre as pedras e como lágrimas se vão.
Procurando estrelas num céu desenhado por nuvens
Que nuvens não são, é  a chuva caindo, fingindo,
Sorrindo, dizendo ao mundo que está brincando
Mas talvez. quem sabe, seja o próprio mundo chorando.

José João





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...