quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Sonhos de ontem



Meus sonhos de ontem tão distantes
Me vem todos sem deixar um vazio
Vêm trazidos por lembranças constantes
Como se minha saudade estivesse no cio


Sonhos de barbas longas e brancas, caducos
Tão caducos que se acham sonhos de ontem
Brigam quando digo que até estão surdos
E por tanta carência até eles mentem


Os sonhos de hoje que insisto em sonhar
Ficam por ai como se não fossem preciso
Os de amanhã, pobre de mim ficaram indecisos


Por isso me vem sonhos caducos, distantes
Sonhos sonhados quando ainda era criança
Sonhos que hoje não são nem mais esperança!


José João



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...