segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Vem logo!


Te amo e te preciso como divina luz
Deixa que sonhe contigo e viva este sonho
Que se fará verdadeiro em minha alma
E seguirá comigo como canto de paz e calma

Deixa que em meus sonhos te tenha toda,
Te carregue entre flores, beijos e desejos
Deixa, querida, que meus sonhos me acalentem
E diz-me que a mim eles não mentem

Vem amor, entre estrelas rios e jasmins
Vem no raio de luar perdido na madrugada
Revive minha alma tão triste e tão calada

Amor onde estás? Te busco até em orações
E sem saber teu nome te chamo loucamente,
Porquê estás vindo assim tão lentamente?

José João

Um comentário:

  1. "Amor onde estás? Te busco até em orações
    E sem saber teu nome te chamo loucamente,
    Porquê estás vindo assim tão lentamente?"
    -Quantas e quantas vezes me fiz essas indagações...
    Parace que fui eu quem escrevi... ou até parece que foi feita pra mim...(quanta pretenção). Maravilhosa poesia. Parabéns querido Poeta.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...