quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Minhas poesias





Meus pensamentos se perderam em poesias mudas
Poesias sem formas com palavras soltas e vazias
Que nada dizem por que nem de solidão sabem falar
Nem da dor que sinto ou da tristeza que vou chorar


Minhas poesias nada mais são que cantos mudos
Sussurrados por uma alma que chora a própria dor
Ninguém lhe escuta os gritos por serem surdos
Ou os gritos são meros gemidos de um sonhador?


Minhas poesias são versos perdidos difíceis de ver
Atirados e até já vencidos no livro do tempo
Como pedaços de versos que ninguém mais quer ler


Minhas poesias são pedaços de nada assim como eu
Histórias falando de dores que ninguém nunca leu,
Versos perdidos que ainda hoje ninguém escreveu.


José João

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...