quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Meu mundo





Meu mundo, tão pequeno que bem aí é o horizonte
Sem linhas cinzentas, sem céu azul e sem sonhos
Um horizonte pintado de apenas solidão e dor
Sem estrelas, apenas veredas sem sol, sem calor


Meu mudo, tão perdido e tão vazio onde apenas eu
Corro entre o nada, me banho com lágrimas e canto
Para eu mesmo ouvir, faço carinhos na saudade, rio
Grito meu nome pra eu mesmo não esquecer de mim


Sento no vazio do meu mundo e só, respiro profundo
Me conto histórias de amores que nunca vivi
Vôo em sonhos perdidos por lugares que nunca vi


Á! esse mundo tão pequeno, tão vazio e cheio de mim
Esse meu mundo povoado de solidão e tristezas
É um mundo diferente, tão pequeno e tão sem fim.


José João

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...