sexta-feira, 18 de março de 2011

Um dia perguntaremos

Onde estão o flamboiant e a chuva d'ouro
Que a primavera alegre sorrindo tece?
Onde estão o véu- de- noiva, miosotis e jasmins
As margaridas, todo flor que na primavera cresce?

Onde estão o perfume e o colorido dos montes
O verde da esperança que na primavera nasce?
Onde estão os anturios, açucenas e lirios
Onde estão a brisa, o vento em volteios vadios?

Onde está a primavera que enfeita o mundo
No tão pouco instante em que pinta o tempo
Que alegra a vida por um terno momento?

Onde está a primavera de coloridos sonhos
Em que a alma se agita por belezas tantas
Onde a flor se torna uma beleza santa?



Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...