quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Eu e a noite





Os olhos? Estrelas perdidas na noite.
A voz? O chorar da chuva caindo.
O canto? Um pranto e a noite ouvindo.
O sonhos? Coitados, agora dormindo.


Lembranças perdidas num outro passar
Saudades infindas haverão de chegar
Tristeza que corre e vem me abraçar
E o pranto esperando querendo chorar


A noite desperta e me pede pra ouvi-la
Me atento ao silêncio que ela me fala
E quando pergunto: Que posso fazer?
Não tenho resposta pois ela se cala


Calada escuta meu pranto tão triste
Se pode falar... nada me diz
E como a dor me chega com ela
Então pergunto: Que foi que ti fiz?


Ela em silêncio apenas me olha
Como se a fala tivesse ido embora
Então olhando, da noite, os olhos
Logo percebo que comigo ela chora.


José João

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...