sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Desejo de amar





Sou um ponto no universo
Em desencontro comigo
Entro em qualquer coração
Mas não encontro abrigo

Brinco de versos e rimas
Brinco de rei e mendigo
Choro dores que são minhas
Por talvez serem castigo

Escrevo cantos no vento
Para corações alegrar
Mas nenhum deles a mim
Consegue me consolar

Sou um ponto no universo
Vagando por entre estrelas
Brincando de lhes dar nome
Sem ao menos conhecê-las

Assim me lembro que um dia
Acho que me apaixonei, amei
Loucamente esse amor eu vivi
Mas ela...juro que nunca vi.

José João

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...